Por que o perfume não fixa na minha pele? parte II

Não raramente, continuo a pesquisar sobre as fragrâncias e a relação com o indivíduo. Realmente é uma relação de amor e ódio! Hoje li no livro Brasilessência – A cultura do Perfume de Renata Aschar – pag: 84 e 85, ela relata que: “..Se usar perfume é como vestir uma roupa – esportiva ou clássica, sensual ou sóbria – tudo depende das intenções. Claro que a moda às vezes elege uma fragrância predominante, mas a escolha deve ser independente..” Ainda dá preciosas dicas:
– Nunca comprar um perfume com base no cheiro de outras pessoas. O perfil genético, os hábitos alimentares, o grau de transpiração e até o temperamento de cada um afetam o aroma do produto. A mistura de odores corporais com a fragrância resulta em cheiros diferentes.
– Fundamental testar a fragrância na própria pele, mas o teste deve ser evitado após a alimentação pesada ou condimentada e após o exercícios físicos vigorosos. As condições de saúde interferem: doenças afetam a química do corpo.
– Para sentir o resultado de um perfume é preciso aguardar pelo menos uma hora, permitindo o desenvolvimento das três fases da difusão da fragrância: notas de saída duram NO MÁXIMO 15 minutos; notas de coração são liberadas a partir do aquecimento da pele e duram 40 minutos; e notas de fundo são as mais tardias, porém mais persistentes;
Essas informações são sempre bem vindas e creio que elas nos ajudam a esclarecer as nossas dúvidas.
Veja a Estrutura dos perfumes:

estrutura do perfume

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s